Núcleo de Gestão de Resíduos - NGR

 

A precariedade da disposição adequada dos resíduos sólidos decorre da geração descontrolada ocasionada pelo modo de vida urbano, em especial, referente aos novos padrões de consumo. O descarte inadequado desses materiais, por sua vez, compromete a qualidade das águas superficiais e subterrâneas, do solo, ar, saúde pública e a paisagem, dentre outros aspectos.

Nessa perspectiva o Núcleo de Gestão de Resíduos - NGR se ocupará em ações voltadas ao atendimento dos objetivos da Política Nacional de Resíduos Sólidos, especialmente, no que tange os princípios e objetivos na busca para não geração, redução, reutilização, reciclagem e tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos de modo a promover mudança de atitudes, envolvendo toda a comunidade universitária.

Desse modo, o NGR buscará, por meio de Programas, motivar a não geração de resíduos, realizar diagnóstico para caracterização dos resíduos, monitoramento, avaliar possibilidades de redução, reciclo e reuso e somente quando tais ações não forem possíveis será encaminhado para a disposição final adequada.

Nessas perspectivas, inicialmente foi realizado junto com a Pro-Reitoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Protic) o quantitativo de impressões realizadas. Periodicamente, é enviado por e-mail a comunidade acadêmica folhetins de notíciasa respeito do quantitativo gerado e campanhas periódicas para redução.

Recentemente, foi realizado a caracterização e quantificação dos resíduos gerados Campus Heitor Edgar Santos da Universidade sob coordenação da Prof.ª Dra Rita de Cassia Suassuna. Posteriormente, o Programa de Coleta e Reciclagem do Papel Ofício – que já está sendo parcialmente desenvolvida. Outras atividades que vêm sendo executadas são o monitoramento, armazenamento temporário e destinação adequada dose resíduos gerados pelas atividades da UFOB. Atenção especial vem sendo dada aos resíduos de laboratórios de pesquisa e didáticos. Inicialmente será identificados o passivo, caracterizando as rotinas e procedimentos realizados para então juntamente com os usuários destes espaços elaborar um plano de gerenciamento de resíduos laboratorias.

Após a busca da não geração, redução, reutilização e recilagem dos resíduos perigosos, ambulatoriais e de laboratório, será avaliado parcerias com ONGs e empresas de modo a realizar uma destinação final ambientalmente adequada.

Pontualmente, podemos destacar as seguintes atribuições:

  • Buscar a não geração de resíduos sólidos, desenvolvendo campanhas de sinalização e conscientização sobre o cuidado com meio ambiente interno da instituição;
  • Divulgação de informativos acerca da importância da redução do volume de resíduos gerados na UFOB, destacando ações afirmativas e boas práticas ambientais;
  • Realizar o diagnóstico dos resíduos provenientes da Universidade – resíduos de saúde e laboratoriais; resíduos de polda e jardinagem; resíduos do restaurante universitário, cantinas e lanchonetes; resíduos da construção civil; 
  • Promover e garantir a coleta e o armazenamento adequado dos resíduos passíveis de reaproveitamento e reciclagem dentro dos Campi da UFOB;
  • Propor e acompanhar a criação de Programas Institucionais para otimização da gestão dos resíduos produzidos na Universidade;
  • Buscar parcerias no âmbito interno e externo da Universidade relativo ao gerenciamento de resíduos que demandam cuidados específicos. Realizando o tratamento dos resíduos sólidos, bem como disposição final ambientalmente adequada dos rejeitos.